Nova Vida, Nova Esperança

Rádio Online

“ O impossível  está a um passo da nossa superação

a  partir do momento em que nos superamos, algo

de impossível se realiza.”


Você está Aqui:Início seta Congresso Financeiro seta Congresso financeiro seta Congresso financeiro €
  •  
  •  
  •  
  •  
  • default color
  • green color
  • blue color
Congresso financeiro € PDF Imprimir e-mail
Escrito por Gonçalo Câmara   
29-Ago-2008
ReadSpeaker webReader

Conquistar

 

Quando falamos em conquistas, estamos a falar em alcançar metas, realização de sonhos e objectivos. Tratando-se do sucesso financeiro e dependendo das circunstâncias, isto torna-se numa grande batalha, onde precisamos de nos equipar com todas as armas para podermos vencer.

Roma foi uma grande potência mundial, estendendo o seu reino através das conquistas realizadas pelo seu exército.

apóstolo Paulo, inspirado nos soldados romanos, quando esteve preso em Roma, citou a armadura de Deus, a qual nos capacita não apenas para a conquista, como para o seu estabelecimento.

Observemos as peças componentes

da armadura de Deus:

1º Cingir os lombos com a verdade (Ef 6.14)

O cinto do soldado. Este cinto tinha a função de prender a roupa e dar firmeza, o que permitia ao soldado movimentar-se com agilidade. Todos sabemos que a “mentira tem perna curta”, ou seja, todo o trabalho baseado na mentira não pode prosperar.

2º Couraça da Justiça (Ef 6.14)

A couraça era uma importante peça na armadura do guerreiro, pois protegia o peito e as costas. A justiça é algo que todos querem e o Mundo clama por ela. Mas o que é a justiça, se não dar a cada um aquilo que lhe é de direito. Por isso é que a igualdade é a maior injustiça!

3º Sandálias (Ef 6.15)

Calçados os pés na preparação do evangelho da paz. Os pés têm duas funções importantes: eles são as bases (alicerce) do corpo, e eles movimentam o corpo. Qualquer pessoa que alguma vez tenha realizado qualquer tipo de combate corpo-a-corpo, sabe que pisar com segurança é muitíssimo importante para lutar com eficiência. Os soldados tinham que calçar sapatos que lhes dessem, ao mesmo tempo, firmeza e mobilidade. Isto quer dizer que em todas as lutas temos que nos preparar, tanto espiritualmente como profissionalmente, pois não se alcança o sucesso por acaso.

4º Tomando o escudo da fé (Ef 6.16)

O escudo era usado para repelir os golpes do inimigo e também servia de abrigo quando arqueiros inimigos desferiam uma saraivada de flechas. A fé é certeza, os dardos inflamados trazem a dúvida, que é a mãe do medo, o qual impede a pessoa de agir. Principalmente na vida económica onde é preciso tomar atitudes na absoluta certeza.

5º Capacete da salvação (Ef 6.17)

É interessante que a armadura do soldado era colocada no chão, peça por peça, e o soldado ia vestindo as diversas peças do seu equipamento. Depois de totalmente protegido o corpo, eram-lhe entregues, pelo seu escudeiro, as três peças restantes, como: o capacete, o escudo e a espada. Simbolismo fácil de compreender: as três primeiras peças, isto é, o cinto, a couraça e o calçado simbolizavam a parte do Homem. As outras três partes simbolizavam a de Deus, o Senhor dos Exércitos. O capacete serve para proteger a cabeça, a área mais exposta e vital do corpo humano. É na cabeça que está a sede da nossa mente, de onde fluem os pensamentos, a imaginação e a memória. Estas faculdades são terrivelmente visadas pelo mal. Estas forças espirituais sabem que, ao semearem os seus pensamentos na mente de uma pessoa, esta fica sob o seu domínio.

6º Espada do espírito que é a Palavra de Deus

Chegamos à última peça. Isto quer dizer que a Bíblia é o instrumento do Espírito Santo e quando obedecemos à Palavra de Deus, estamos a dar ouvidos ao Espírito Santo. Por isso, uma atitude correcta para com a Palavra de Deus, determina o êxito das nossas conquistas

 

 

 

 

 

 




Partilhe este artigo:
Digg!Del.icio.us!Google!Live!Facebook!Technorati!StumbleUpon!Yahoo!Squidoo!
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >

Sobre o NovaVidaNova.com

Neste site pretendo que você venha a encontrar uma voz amiga. Onde possa ganhar força e esperança nas suas lutas do dia-a-dia.

Sempre que precisar pode-me contactar, estarei ao seus dispor.

Pastor Gonçalo.