Nova Vida, Nova Esperança

Rádio Online

“ O impossível  está a um passo da nossa superação

a  partir do momento em que nos superamos, algo

de impossível se realiza.”


Você está Aqui:Início seta Medicina Alternativa seta medicina seta Hidroterapia: Uso terapêutico da água
  •  
  •  
  •  
  •  
  • default color
  • green color
  • blue color
Hidroterapia: Uso terapêutico da água PDF Imprimir e-mail
Escrito por Gonçalo Câmara   
21-Out-2008
ReadSpeaker webReader

É

pessoas que a agua e um recurso valioso na cura de muitas doenças. Ela é um dos elementos

mais essenciais da Natureza, depois do ar, sobre o qual se baseia a perpetuação da vida.

Existem várias maneiras de utilização da água para a cura de doenças:

do conhecimento de muitas

Beber Água Pura e Fresca

É um bom hábito tomar, pela manhã, em jejum, um copo de água pura e fresca, e outro copo à noite,

antes de deitar. Isso auxilia os rins e a bexiga em seu processo eliminatório e na regulari z a ç ã o

da temperatura do organismo. Durante o dia, o consumo de água ideal é de, no mínimo, 2 litros,

numa temperatura agradável. O hábito de beber água regularmente, resulta num aspecto

saudável, com pele sedosa e limpa.

Caminhar na Água

Segundo Mons. Sebastião Kneipp no livro O

MÉDICO DA ÁGUA,

"caminhar na água é um recurso terapêutico muito importante, que  atua sobre os rins, preservando-os

das doenças". Além disso, é bom para a bexiga, facilita a respiração, expulsa os gases do estômago e

combate a dor de cabeça. O caminhar na água pode ser feito dentro de uma banheira, na qual se coloca

um pouco de água fria, até à altura dos tornozelos. O paciente, em pé, faz movimentos com os pés

como se caminhasse. Gradualmente, aumenta-se o nível da água, até que atinja a panturrilha (barriga da

perna) e finalmente os joelhos. Este exercício deve durar de 5 a 10 minutos. Ao sair da banheira,

faz-se movimentos com as pernas para restaurara temperatura ideal.

Pedilúvio Alternado (Escalda-Pés)

Encher um balde com água quente e outro com água fria. Imergir os pés na água quente (tanto

quanto possa aguentar) e deixálos durante 4 minutos; depois, tirar da água quente e colocar na água

fria durante 1 minuto. Repetir o exercício 3 vezes, terminando na água fria. Renovar sempre a água quente,

para manter a temperatura. Secar os pés e calçar meias secas. O pedilúvio é especialmente indicado

nas enfermidades do sistema circulatório e do sistema nervoso.




Partilhe este artigo:
Digg!Del.icio.us!Google!Live!Facebook!Technorati!StumbleUpon!Yahoo!Squidoo!
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >

Sobre o NovaVidaNova.com

Neste site pretendo que você venha a encontrar uma voz amiga. Onde possa ganhar força e esperança nas suas lutas do dia-a-dia.

Sempre que precisar pode-me contactar, estarei ao seus dispor.

Pastor Gonçalo.