Nova Vida, Nova Esperança

Rádio Online
Sempre que precisar pode-me contactar, estarei ao seus dispôr.

                                                                                          Pastor Gonçalo.
 

Você está Aqui:Início seta Congresso Financeiro seta Congresso financeiro seta Congresso financeiro 16º
  •  
  •  
  •  
  •  
  • default color
  • green color
  • blue color
Congresso financeiro 16º PDF Imprimir e-mail
Escrito por Gonçalo Câmara   
19-Dez-2008
ReadSpeaker webReader

Escravos da Infidelidade

No passado uma forma de obter escravos consistia em raptar uma pessoa e reduzi-la à escravidão. Fisicamente e sobretudo não deixar com que os escravos pensassem, assim também fazem os espíritos malignos, dominam as pessoas através de pensamentos opostos...

aos de Deus, pensamentos negativos e pequenos, a ponto de raptarem o sonho de uma vida abundante, e são estes mesmos pensamentos, que fazem muitas vezes, com que as pessoas vejam apenas as coisas boas de longe ou nas mãos de outrem, deixando-se serem dominadas pelo espírito do ódio, da inveja e da incredulidade, levando-as ao desespero, a ponto de tocarem naquilo que não lhes pertence, e chegam a perder a própria liberdade.

Pois no sentido físico, quando uma pessoa se apropria indevidamente de algo que não lhe pertence, esta se torna automaticamente um ladrão, caso venha a ser descoberta será julgada, condenada e presa. Às vezes a justiça humana falha e tarda, e muitos ladrões por algum tempo têm um lucro ilusório, mas a qualquer momento podem perder tudo.

Reter os dízimos é roubar a Deus, porque não é nosso, pertence a Deus. Devemos devolve-lo, pois reter o que não é nosso, é roubar, e se afastar do Criador e ter a própria natureza como nossa inimiga, é a mesma coisa que um agricultor desejar os frutos da terra sem primeiro lhe dar a semente.

No sentido espiritual, Deus vê todas as coisas, pois é Omnisciente, e o próprio espírito maligno que induziu a pessoa a tocar naquilo que é de Deus, é o mesmo que escravizará a sua vida financeira, através de vícios, gastos com medicamentos, avarias nos electrodomésticos, acidentes automobilísticos, despesas desnecessárias com a alimentação ou vestuário e tantas outras perdas.

Como uma pessoa pode se tornar livre financeiramente, se espiritualmente ela é escrava do espírito devorador?

Por vossa causa repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR DOS EXÉRCITOS

Malaquias 3.11



Continua na próxima Segunda-feira




Partilhe este artigo:
Digg!Del.icio.us!Google!Live!Facebook!Technorati!StumbleUpon!Yahoo!Squidoo!
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >

Sobre o NovaVidaNova.com

Neste site pretendo que você venha a encontrar uma voz amiga. Onde possa ganhar força e esperança nas suas lutas do dia-a-dia.

Sempre que precisar pode-me contactar, estarei ao seus dispor.

Pastor Gonçalo.